1. Início
  2. Lanches Saudáveis
  3. Granolas
Ordenar por:

Ordenar por:
Foram encontrados 13 produtos nesta categoria

GRANOLA: CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DESSE ALIMENTO

A granola é um alimento matinal presente em muitos lares brasileiros, mas nem sempre foi assim. Até algumas décadas atrás, ela era vista como “comida de gringo”, e fazia parte apenas de cardápios de hotéis e pousadas por aqui. No entanto, já faz um bom tempo que ela caiu nas graças da população e ganhou lugar de destaque à mesa.

Isso se deve ao seu sabor e suas propriedades - a granola é rica em diversos nutrientes que fazem um bem enorme para o organismo humano. Além disso, é uma opção de refeição rápida e prática, que pode ser combinada com outros alimentos para “turbinar” a dieta. A granola vai muito bem com açaí (açaí com granola é uma combinação muito comum no Brasil todo), leite, iogurte, cereal matinal e com frutas de um modo geral. Além disso, existe uma infinidade de receitas com granola para você saborear.

É quase certo que você já tenha visto e comido granola. Mas você realmente sabe o que ela é? E quais ingredientes formam uma granola? Bom, aí a probabilidade já diminui um pouco. Afinal, a maioria das pessoas sabe o quanto a granola é saudável e gostosa, e que tem bastante coisa nela. Mas dizer quais ingredientes devem ser utilizados para formar uma granola, aí a história já é diferente.

 

O QUE É GRANOLA E COMO ELA FOI INVENTADA

Responder as duas perguntas feitas no parágrafo anterior não é tarefa simples. Isso porque, apesar de um certo padrão entre as diferentes marcas de granola, não existe um consenso sobre uma única receita específica para a granola. E desde que ela foi criada a história é assim. 

Atualmente, a composição básica da granola é a combinação de cinco cereais torrados (geralmente, arroz, trigo, aveia, centeio e milho), açúcar mascavo (ou mel, ou melaço) e frutas passas, como uvas e maçãs. Por fim, um mix de castanhas.

No entanto, em quase dois séculos desde sua criação, a fórmula da granola mudou bastante. O pontapé inicial da granola foi na década de 1830, quando William Sylvester Graham criou a farinha integral feita a partir de cereais moídos.

30 anos depois, o americano James Jackson colocou essa farinha para assar, dando origem a um farelo ao qual ele denominou “granula”. Em 1870, outro americano, John Harvey Kellogg (o sobrenome lhe soa familiar? Ele é o criador do sucrilhos!), criou uma nova mistura de grãos a partir de aveia, milho e trigo assado e também batizou a sua invenção como “granula”.

Acontece que Jackson processou Kellog, que teve de alterar o nome de sua receita para “granola”, no final do século 19. Nascia, assim, a primeira versão da granola que consumimos até os dias atuais.

 

GRANOLA: BENEFÍCIOS

Como já citado anteriormente no texto, a granola faz bem para muita coisa, visto que é um alimento bastante nutritivo. Dada a sua variedade de grãos, ela é rica em fibras que ajudam a regular o intestino e a aumentar a sensação de saciedade. Os benefícios da granola se estendem para vitaminas (A, B e C), proteínas e de minerais, como o ferro. 

Por outro lado, é importante que o consumo da granola na dieta seja sempre em níveis moderados. Isso porque, apesar de nutritiva e saborosa, ela é bastante calórica. Se a sua dúvida é se a granola engorda, saiba 100 gramas de granola tem cerca de 421 calorias.

Precisa de ajuda?